O que esperar da sua loja virtual

Uma loja virtual pode inovar completamente seu negócio, abrir horizontes e aumentar os lucros, desde que ao decidir abrir seu e-commerce, o empresário esteja preparado e munido de alguns conhecimentos. Portanto, como abrir uma loja virtual, de modo simples e objetivo, é o que iremos abordar neste artigo.

Mesmo com um comércio varejista incerto, em tempos de pandemia e mudanças repentinas no modo de consumo, o e-commerce anda na contramão com muita perspectiva de crescimento. Segundo levantamento da Abcomm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o comércio online ganhou, recentemente, quatro milhões de novos clientes. Sendo assim, podemos dizer que este mercado está bem aquecido.

Nesse artigo, iremos abordar algumas dicas para abrir sua loja virtual. De modo que você conhecerá, também, como os empresários podem tirar vantagens ao integrar sua loja física à virtual.

Então, confira abaixo como abrir uma loja virtual em 7 passos:

1. Planejamento

Comece definindo o que será vendido, para quem será vendido (público alvo), e quais serão seus fornecedores, seja de produtos, serviços de entregas e meios de pagamentos. Com essas características definidas, estude os concorrentes, anote seus preços, estratégias, diferenciais e como eles atuam na publicidade. Não deixe de perceber as falhas que a concorrência comete, para se ajustar e oferecer um preço competitivo com os diferencias da sua marca. 

2. Escolhendo a plataforma

Assim como na loja física é importante um bom ponto comercial, na loja virtual é fundamental saber escolher uma boa plataforma. Sendo assim, a escolha de uma plataforma, confiável e simples de configurar, irá garantir segurança e velocidade no lançamento da sua loja online.

Todo negócio deve ser escalável! Portanto, verifique se a solução, oferece recursos que irão atender suas necessidades, no abertura da loja mas sobretudo num cenário de crescimento seguinte.

Opte por uma plataforma que oferece uma gama de integrações como: meios de pagamento, serviços de entregas e  sistemas de gestão para controle de estoque emissão de nota fiscal. A melhor forma de pesquisar a confiabilidade é verificando a credibilidade da plataforma através da opinião de outros usuários. Neste caso, repare nos comentários sobre a estabilidade da solução, principalmente em momentos de fluxo intenso, como feriados e data promocionais, como o black friday.

Se você está começando agora, e ainda está indeciso, nossa sugestão é que você comece por soluções prontas, que já entreguem lojas pré configuradas. Do contrário você terá que contar com ajuda de profissionais mais experientes para instalar e configurar a plataforma, além de ter que contratar serviços extras de hospedagem de sites e compras de certificados de segurança.

Com uma solução pronta, será muito mais fácil de colocar sua loja online em funcionamento. Atualmente existem diversas soluções que já oferecem pacote com hospedagem,  certificado de segurança, diversos layouts, e suporte ao usuário. Um exemplo é a loja integrada.

O uso de certificados de segurança SSL é primordial para um ambiente virtual seguro para a empresa e seus clientes. Lembre-se que os clientes devem sentir segurança num site onde vão incluir informações de cartão de crédito e CPF. Verifique, portanto, se a hospedagem da loja oferece o certificado.

3.Criação de conteúdo

Um conteúdo simples irá auxiliar no entendimento do usuário sobre seu tipo de produto. Além disso, um conteúdo relevante ao seu público, agrega valor à sua loja, associando sua marca ao fornecimento de conteúdo de qualidade e útil.

As redes sociais são ótimos ambientes para geração de conteúdo ao se criar uma loja virtual, porque além de divulgar seu trabalho, tem contato direto com o público alvo, para que o conteúdo possa alcançá-los de maneira veloz e eficaz.

4.Tempo de envio e resposta

Um dos principais motivos que dirá se sua loja virtual é confiável aos olhos dos clientes é o prazo de resposta e envio. Erros podem acontecer, produtos podem ser desviados durante um envio, um link pode sair do ar ou a descrição de algum item pode estar indisponível, as pessoas entendem que isso pode acontecer, mas o que vai contar na experiência do cliente é o prazo de resposta. 

Invista em mais de um canal de atendimento rápido, como telefone, chat e WhatsApp. Também tenha canais para contatos mais detalhados, como e-mail. O cliente quer sentir que está tendo atenção por parte da loja, uma vez que ele não pode ver o vendedor fisicamente e interação virtual pode instintivamente gerar uma mínima insegurança em clientes menos habituados nesse cenário.

5.Gestão

Uma gestão completa é primordial quando o assunto é oferecer qualidade. O gerenciamento de estoque eficiente é de grande valia para ter um prazo de entrega rápido e contundente com a demanda.

Busque um sistema que gerencie os pedidos dos clientes, integrado com controle de estoque, emissão de notas fiscais e controle financeiro. Esta solução simplificará a operação, possibilitando o gestor focar no planejamento e na parte estratégica do negócio.

Caso tenha uma loja física, é fundamental possuir um sistema que integre os dois canais, a loja física e virtual. Com isso, seu negócio terá inúmeras vantagens competitivas! Seus clientes terão mais comodidade, na medida em que todos os canais poderão trabalhar em sinergia, colocando em prática o conceito de omni-channel; compartilhando estoque, ponto de entrega ou troca de produtos entre outras opções.

Se você já tiver uma loja física, e pretende investir no comércio eletrônico, esse controle se torna mais necessário. Afinal, o gestor não pode perder o controle do que é vendido na loja virtual e na física ou acidentalmente misturar os estoques das duas lojas.

6. Facilitando a venda

Para garantir uma venda recorrente, é importante que o caminho para concluí-la seja facilitado, assim o cliente instintivamente lembrará de sua loja e a indicará. Para isso, algumas medidas podem ser tomadas na hora de abrir a sua loja online, como a escolha de diversos meios de pagamento(ex.: Paypal, Pagseguro, Mercado Pago, boleto ou depósito), destaque para produtos mais procurados, destaque para ofertas, etc.

A loja virtual nasceu como um facilitador de vendas, lembre-se disso, se restringir formas de pagamento você estará descartando uma parcela considerável de clientes, tal como não facilitar a visibilidade da sua vitrine virtual. Portanto, uma pesquisa de mercado periódica é sempre bom para manter suas vendas saudáveis no e-commerce. A intenção é que seus clientes encontrem o que procuram rapidamente, pagando com facilidade.

Se você possui loja física, dê a opção do cliente retirar o produto na loja, ou até mesmo fazer a troca. Afinal, muitas pessoas ainda preferem ir pessoalmente a uma loja para ver o produto, ou experimentar (no caso de vestuário), caso necessite. 

7. Marketing

Para alavancar seu negócio virtual, deve-se saber como atrair os clientes e mantê-los recorrentes. Isso é um trabalho de marketing, ou seja, aplicação de estratégias de marketing visando aumentar a visibilidade, reforçar a marca, ganhar novos clientes e consequentemente aumentar a lucratividade da loja. Portanto, esta é a hora de investir em marketing.

O gestor pode estudar estratégias de marketing como entender a concorrência, pesquisar produtos e público alvo, aplicação de preços e ofertas em sazonalidades, pesquisa de layouts de e-commerce mais efetivos, estratégias de abordagem de clientes por redes sociais ou mensagens no celular, propaganda, etc.

Outra opção é contratar uma agência ou profissional de marketing para orientar e aplicar as estratégias mais assertivas para sua loja virtual.

Conclusão 

Espero que este artigo tenha esclarecido as questões principais que surgem para os gestores na fase inicial da decisão de criação de um e-commerce. Toda empresa começou do zero um dia, grande ou pequena. Não tenha medo de começar, aproveite informações oriundas de conteúdo sobre comércio eletrônico, como esse artigo. Caso queira ver como a nossa solução Ted pode te ajudar a abrir sua loja online clique aqui.

Até a próxima!

Leave a Reply

Insira os números que você vê